História  Turismo  -  Lazer  -  Restaurantes  -  Carnaval  -  Compras  -  Futebol

Fotografia analógica x digital
o confronto de gerações e qualidade

O assunto mais discutido hoje na fotografia, entre os profissionais, é se o equipamento analógico ou a máquina digital é melhor. A questão é complexa, mas não se trata de preferência. Existem sim, diversos fatores a serem analisados. O mercado tenta empurrar a qualquer custo o equipamento digital, pois as grandes empresas estão ganhando dinheiro como nunca antes com a fotografia. Antigamente um sujeito comprava uma Hasselbald e a usava para o resto da vida. Hoje, além de se atualizar a cada 2 anos, o fotógrafo que usa equipamento digital compra chips e outros acessórios que fazem a festa dos fabricantes. Por esta razão, os grandes fabricantes de máquinas fotográficas tentam nos convencer que a fotografia analógica está superada. Vamos abordar a questão por tópicos.

1) Qualidade (atualizado 11/2008)
A qualidade das digitais melhorou de forma incrível nos últimos anos. Hoje já existem modelos no mercado, como a Hasselblad digital e a Canon D1 que se igualam às maquinas analógicas. O problema porém continua na hora de ampliar a foto: o processo a partir do negativo (ou cromo no caso do cibachrome), consegue uma maior profundidade de campo e tem maior capacidade de realçar áreas escuras. 

2) Preço (atualizado 11/2008)
O preço das máquinas de ponta varia, sendo que uma analógica dura para o resto da vida enquanto a digital fica ultrapassada em poucos anos (e quebra com mais facilidade). A vantagem no preço da digital é que não se gasta com filmes e revelação. As novas máquinas digitais, com grande capacidade de reprodução de cores e megapixels, atualmente estão muito mais caras que as máquinas analógicas.

3) Por segmento
Jornalismo - a máquina digital é a mais adequada, pois o foto-jornalismo requer agilidade. Hoje um jornalista tira uma foto no Sudão, a manda por telefone celular para a redação no do jornal no Brasil, e em menos de uma hora a foto está publicada na versão on-line do jornal.
Publicidade - o cliente exigente prefere as máquinas analógicas, pois a qualidade é superior. O cliente com baixo orçamento prefere as máquinas digitais, pois não precisa pagar por filmes e revelação dos mesmos. (atualizado 11/2008) As novas máquinas digitais já estão substituindo as máquinas analógicas também na publicidade. A Hasselblad digital é a preferida.
Moda - é o segmento onde a máquina analógica reina quase que absoluta. As grifes de renome dão valor absoluto à qualidade. (atualizado 11/2008) Também na moda o digital está começando a ganhar cada vez mais espaço.
Banco de Imagens - este segmento dá preferência a imagens analógicas, pois podem ser ampliadas para tamanhos maiores. (atualizado 11/2008) Mas também este segmento está, aos poucos, se adaptando a realidade das máquinas analógicas.
Arte - artistas geralmente preferem a máquina analógica, pois é um processo de fotografia mais "puro". A fotografia digital é uma simulação do processo analógico e uma simulação nunca é o original.
Natureza - fotógrafos de natureza preferem as máquinas digitais, pois eles experimentam diferentes situações de luz ao longo do dia. No equipamento analógico, precisariam trocar o filme diversas vezes ou usar três máquinas ao mesmo tempo, enquanto no equipamento digital é possível se adaptar as diferentes condições de luz com o apertar de um botão.

Resumo: (atualizado 11/2008) Se a questão é somente qual é a melhor máquina em termos de qualidade, a digital ou a analógica, a analógica é melhor, se olhando o processo inteiro, desde a captação, até a ampliação em papel fotográfico. A fotografia digital é uma simulação do processo analógico, e dificilmente uma simulação é melhor que o processo original. Mas, para fins de reprodução em catálogos comerciais, onde a imagem precisa ser digitalizada antes de ser impressa, as digitais estão começando a superar as analógicas.
Quando a questão é praticidade, a digital ganha de longe da analógica. Não há filmes e revelação, o resultado é instantâneo. Outra vantagem é que a ASA pode ser trocada com um simples apertar de um botão, enquanto nas máquinas analógicas é preciso trocar de filme em diferentes situações de luz. Mas a qualidade da imagem ampliada em papel fotográfico infelizmente não é a mesma.

Atenção: alguns fabricantes de máquinas digitais fazem crer que muitos megapixels são um sinal de qualidade. Megapixels mostram somente o tamanho para qual a sua fotografia poderá ser ampliada. A qualidade da imagem depende do chip da máquina e é uma questão muito complexa. Antes de comprar uma máquina digital, consulte revistas especializadas, que fazem testes de qualidade com as máquinas digitais.